quarta-feira, janeiro 24, 2007

Plantas silvestres medicinais ou comestíveis

Hera Terrestre (Glechoma hederacea ou Nepeta hederacea) - muitas vezes considerada erva daninha, de flores labiadas violeta, é terapéutica para os problemas dos rins e sistema urinário pois é diurética e purificante (liberta o chumbo do organismo), para a maioria das mucosas como ouvidos, nariz, garganta e sistema digestivo, dores de dentes e ouvidos, inflamações dos olhos, é anti-inflamatória para gripes e resfriados (rica em vitamina C), para a flautência e para doenças de fígado ou baço. O chá é excelente para limpar as vias respiratórias e o sistema digestivo. As folhas novas podem ser comidas crus em saladas para dar um aroma, em infusão ou cozidas como espinafres. A seiva acelera o tratamento de feridas quando aplicada externamente. Não confundir com a Malva neglecta. Não usar em dose elevada (pode ser irritante para o estômago) e usar com precaução. Vulgar. Ver abaixo.

Ciledónia (Chelidonium majus) - a planta é tóxica e o líquido da planta é corrosivo, irritante e pode causar paralisia. Não ingerir. Só é usada externamente para casos de verrugas e outras anormalidades de pele, e com aconselhamento adequado. Muito vulgar no nosso país. Ver abaixo.



Beldroegas (Portulaca oleracea) - é anual, cresce muito com erva daninha no interior de Portugal no Verão, rasteira, de folhas tenras e carnudas e caules avermelhadas. São muito comestíveis, (as folhas e caules, crus ou cozidos) de sabor acidificado e rica em ácido salicílico. É muito usada em sopas e saladas em receitas tradicionais. É cicatrizante e indicada para diferentes coisas como fígado, rins, olhos e colesterol. Rica em ómega-3. Já comi desta! Ver abaixo.




Borragem (Borago officinalis) - é anti-inflamatória e diurética e rica em sais minerais como o potássio e cálcio, usada para as afecções das vias respiratórias e urinárias e muitas outras coisas como tensão pré-menstrual ou evitar a melancolia. Pode ser usada em chá (bem filtrado) ou as folhas frescas comidas na salada (cortadas finamente) ou em sopas, mas deve evitar-se o consumo pois a planta contém alcalóides tóxicos para o fígado que estão no entanto presentes em quantidades bastante pequenas. Não usar frequentemente. As flores têm cinco pétalas. É bastante comum nos baldios e campos. Ver abaixo.



Pimpinela (Sanguisorba minor) - Vulgar também em alguns locais de Portugal, é comestível (caules e folhas, em sopas ou saladas) mas não é de grande valor nutritivo. A planta é eficaz a parar sangramento em feridas. A infusão trata irritações da pele como eczemas e queimaduras solares. Já comi desta! Ver abaixo.



3 comentários:

João Paulo Sousa disse...

Olá! Parabéns pelas postagens, ótimo conteúdo. Gostaria de saber se vc pode me indicar/vender sementes de Hera-terrestre (Glechoma hederacea). Desde já agradeço. João Paulo Sousa

Anónimo disse...

bibliografia?

dionea vasconcellos disse...

Onde posso comprar mudas dessas ervas?