quarta-feira, março 07, 2007

Culturas - Março

Rabanetes já a formar o bolbo comestível; ervilhas trepando rapidamente com uns 25cm; também bem desenvolvidas estão os grão-de-bico; lentilhas e os nabos mais pequenos mas crescendo bem; alfaces bem vistosas, à espera de as transplantar devido ao seu volumoso crescimento (uns 20cm); cenouras ainda bem pequenas: alhos com alguma necrose talvez devido à excessiva chuva; das ervas aromáticas tudo bem e verdinho, as hortelãs e juga crescem rápido; as camomilas também e bastante; uma floreira nova de morangueiros ficou inundada assim como a de endívias devido à intensa precipitação. Nas flores, narcisos de um belo amarelo e de aroma apimentado, jacintos já perfumam toda a cozinha em fortes cores de roxo e amarelo, anémonas, túlipas e muscaris com os primeiros botões florais (pelos vistos prontos a despontar com a chegada da Primavera dia 21!). Noutros vasos, os bróculos crescem saudavelmente com uns 20cm, rodeados por hissopos e oregãos (consociações que impedem o aparecimento de pestes e doenças), tenho uma pequena arruda e vários pequenos tomilho, uma segurelha muito aromática pa chás, um vaso de agriões que já uso para salada e outro de salsa que também uso. Os benefícios da fertilização natural com urina diluída são evidentes e espectaculares.

Early March: Radishes have already its edible bulb, fast growing lettuces are very notorious (20cm), beautiful brocculi with around 20cm high surrounded by oregano and hissop which avoids appearance of pest or diseases, several well-growing aromatic herbs, cress and salsa that I already include in salads, flower buttons on several spring bulb flowers!, some with pretty colourful ones already, some 'flooded' pots due to heavy rains, and just a dying garlic due to the excessive humidity (in Portugal we have heavy raining mild winters and very dry hot summers), slow growing carrots, well growing turnips and chick peas, and fast growing peas. Also a rue, some thymes for spicing and a savory for making tea. The benefits of natural fertilization with diluted urine once a week are spectacular.

3 comentários:

Maria João disse...

Simplesmente vos queria agradecer pela informação útil que têm no blog :)
Estou a fazer um trabalho de Fitoterapia e procurava o nome de uma planta que colhi em Portugal (pois estou a estudar em Madrid) no entanto não o encontrava...
Felizmente, encontrei este blog onde estava uma foto da planta. :)

Muuuuuuuito obrigada!

solquartocrescente disse...

Sê benvinda cara Maria.
Estámos a tentar identificar algumas espécies selvagens portuguesas com base nos conhecimentos de gente rural. É curioso descobrir as imensas aplicações que algumas podem ter.

Entretanto dá uma olhadela ao site do PFAF se te for útil. E partilha outras espécies silvestres que não estejam referidas aqui pois estámos todos aqui é para descobrir e aprender!

Maria João disse...

Ok, obrigada pela dica :)
Quanto à partilha quem sabe daqui a um tempo... por agora ainda estou um pouco "verde" nestas matérias. Mas como o curso dura 3 anos, certamente terei oportunidade de contribuir!