quarta-feira, janeiro 02, 2008

Biodinamica, o efeito espantoso dos ciclos da lua nas plantas e no tempo

Biodynamics, the amazing effect of the moon cycles on plants and the weather -English translation following the portuguese text-

***** O efeito da Lua nas plantas e no tempo

Estes são os primeiros resultados de uma experiência séria que tenho estado a efectuar nos meus tempos livres de horticultura, com implicações sérias.
Mas experimentei porque tinha um tabuleiro de alvéolos, semear rabanetes (um vegetal raíz) e espinafres, todos os dias de 6 Dez 2007 a 27 Dez 2007.
Anotei a hora, a posição astronómica e fase da lua e o tempo que fazia.
As fotografias seguem-se no final.

Bem, não percebo porque a ciência ainda não reparou nas conclusões a que eu de um modo muito simples cheguei. Talvez seja por interesses ou simples teimosia em querer investigar áreas mais "místicas", talvez pelo seu absurdo foco materialista.

Mas falando já das conclusões, é facilmente evidente que ao semear nestes dias todos, pude verificar (tal como já ia verificando ao longo de 2007) que as sementes têm uma tendência *notória* para germinar e depois crescer mito mais rápido quando semeadas perto da lua cheia, e muito mais lentamente, quando semeados na lua nova (e inclusivé germinando mal, quando semeadas dois ou três dias antes da lua nova)
Talvez, agora retirando os ensinamentos de Maria Thun e de Rudolf Steiner, assim como da sabedoria popular, verificámos que estas observações já foram corroboradas por muitas outras pessoas.

Além disso, há uma *clara* correlação entre o tempo que faz, e a fase e signo da lua (observei isto ao longo de todo o ano de 2007, maioritariamente). Ora, com a lua em signos aquosos, o tempo ao longo das observações que fiz e faço, costima ser mais húmido e fresco; com a lua em signos de elemento fogo (sagitário, carneiro, leão) o tempo mostra uma clara evidência para aquecer, ou seco. Nas experiências que tenho repetidamente feito, os espinafres crescem mais rápido quando semeados com a lua passando em signo água ou terra, e os rabanetes em terra ou fogo.

Que efeitos terão estes ciclos e outros na essência e comportamento humano? Afinal muita gente denota ignorância ou preconceito ao rejeitar linearmente tais observações como misticismo, mito ou pseudociência. Como Einstein dizia "é mais fácil destruir um átomo que um preconceito"

Afinal já Newton, Leonardo da Vinci, Filósofos gregos e muitos outros famosos, estudavam a Astrologia e seus efeitos dos ciclos cósmicos e celestiais nas pessoas. Tudo remonta á raíz da religião, à natureza da alma, karma e destino, espiritualidade e transcendência de algo superior que a humanidade de hoje infelizmente optou por ignorar (precisamente numa época em que a moralidade está em baixo e faz tanta falta para salvar o planeta e suas gentes)

E para que nos preocuparmos em arranjarmos soluções para os dilemas da nossa nação, do nosso emprego, das nossas necessidades de dinheiro, do aquecimento global? Quando acima de tudo, temos todas as melhores respostas dentro de nós, todo o poder dentro de nós, como expliquei aqui em apenas uma parte pequena disso. Pois tudo o que é preciso é conectarmo-nos um pouco mais com a harmonia e os ciclos e os chamamentos do universo acima e em redor e também dentro de nós.

Tenho a 'data' destas experiências, detalhada, a quem quiser.

******
The Moon effect on plants and the weather

This is the first results of a serious experiment I have conducted, independently in my free times of gardening, with serious implications. In December I have tested seeding spinach and radish over a period of nearly a month, taking note of its growth, the moon phase and astronomical position, and weather during each day. Photos follow in the end.

But getting to the conclusions, it was *clearly* evident (as I could also observe all during my seeding in 2007, that seedlings grow well faster when seeded around full moon days than in new moon days (seeds do indeed grow badly when planted just before new moon)

I do not undertand why science has not yet notice these easy conclusions, as I have reached, as many did. Maybe its because its materialistic and skeptical obsessions, people have no guilt in this, after all they were educated to think that way and not into another. It is often considered as mystic to do otherwise.

Going further to tradicional folklore and wisdom, and to the independent and solitary research by Maria Thun and Rudolf Steiner, back to early 20st century, we can see that these conclusions were already known and understood at those times. People knew it.

Besides that, going to the conclusions I have achived and studied, there is a *clear* correlation betwen the weather that happens in a specific day, and the moon phase and astronomical sign position. So, I have clearly observed (for an entire year) that during moon positionated in water constelations, the weather tends to get wetter and fresh, when in fire constelations, the weather tends to get hotter and drier (sagitarius, aries or leo astrological signs). Radish grow easier when seeded with moon going in earth-element constelations and spinach in water-element constelations.

Which effects, may have these cosmic cycles in human behaviour and trends? After all, many people demonstrated inner ignorance by blowing away these crystal-clear wisdom, hanging by a low-logical prejudice.
As Einstein have put it " it is easier for us, to destroy an atom, than to destroy a prejudice"

Going back centuries and even millenia ago, Newton, Leonardo da Vinci, greek philosophers and many other famous people, have studied Astrology and the effects of cosmic cycles in the lifes of people and societies. All goes backwards to religion, spirituality, to the nature of reality and of human soul, to the transcendent nature of subtle and hidden and cosmic energies that work in our world, together with us. Unfortunely to our history, man kind has opt to ignore this, mainstream thinking, precisely at a time where morality and spirituality and so kindly requested to save ourselves and our beautiful planet


Why worry about our nation situation, our job loss, money needs and global warming? We have after all answers and power inside ourselves, a portion of it was just plainly explained before, and all we need is to connect a little bit more with the harmony, the cycles and the prayers of the above-all universe.

I have the detailed data from these experiments to whoever needs it.

11 comentários:

RUTE disse...

Estou a ver que a horta também é um laboratório de experiências!!

E não, somente, a cozinha :-)

Há muito que se defende essa relação entre a astronomia e a agricultura.

Cientificamente a Lua poderá exercer a sua influência através da gravidade quando está mais próxima da terra ou entre a terra e o sol, tal e qual como influência as marés.

Quanto aos signos do zodiaco tem provavelmente a ver com a gravidade exercida pelo sol. Uma vez que o Zodiaco é a faixa de estrelas da esfera celeste por onde pássa o sol ao longo do ano.

A gravidade é a força de atração mútua que os corpos materiais exercem uns sobre os outros. Classicamente, é descrita pela lei de Newton.

Só não sei exactamente qual o efeito da gravidade no crescimento das plantas. No entanto li que os astraunatas quando voltam do espaço voltam com alguns centímetros a mais, não porque cresceram mas porque a falta de gravidade fez com que aumentasse o espaço entre as vértebras da coluna.

O universo é mesmo um mistério...

P.S. No meu Blog tens um artigo intitulado CURIOSIDADES #1 que fala sobre a relação da terra, lua e sol (em 05.OUT.2007)

Helder disse...

Paulao! Altamente. Continua ai com as experiencias. E manda ai a informacao para eu ver. Abraco.

Dama do Lago disse...

Olá :)

Gostaria muito de ver esses dados, se tiveres a gentileza de mos disponibilizar. Eu também me interesso muito por estas áreas e dava-me imenso jeito! Boa sorte e força para as tuas experiências!

Bjs

solquartocrescente disse...

Olá.

Eu ainda não tirei fotografias apesar de ter estado a apontar quais plantas cresceram mais em que luas.
Dá-me uns dias para compilar isto e as fotografias e já escreverei aqui.
Não é nada cientifico. Apenas vejo os dias nos quais a sementeira deu melhores resultados e depois vejo se há algum padrão reprodutível.

E verifico se isto está de acordo com aquilo qu intuitivamente sinto que possa ser verdade e o que possa ser causado por outras coisas ou simples variações.

Jardineira aprendiz disse...

Os antropósofos não gostam muito que se chame astrologia aos estudos da Maria Thun :) É que o calendário dela baseia-se nas posições actuais dos planetas em relação ao zodíaco, contrariamente à astrologia que usa a posição que teriam na altura do nascimento de Cristo, se não me engano. Há uma pessoa que faz a tradução do calendário para português, se quiseres deixo-te o contacto. Eu costumo comprar, mas tem sido um bocado complicado adaptar os trabalhos ao calendário e ainda mais fazer observações.

Bjs

solquartocrescente disse...

Olá Jardineira aprendiz :-)
Obrigado pelas dicas.
Na realidade eu comparo a posição da lua quer nos signos zodiacais do sistema tropical da altura de Cristo (que a astrologia usa) quer do sistema sideral (correspondendo à verdadeira e actual posição da constelação no céu)
O que tenho concluído: que na verdade o sistema sideral parece bem mais ajustado às respostas das plantas e do tempo que faz, que o tropical, se bem que se sem limites bem definidos.
Eu estudo astrologia usando os dois sistemas, e para lá dos arquétipos comummente conhecidos, a astrologia sideral faz mais sentido para uma análise mais profunda. Na verdade a Antroposofia usa a Astrologia, mas usa os diferentes sistemas e compara-os que é no fundo o que eu faço também ;-)

Vou dar uma olhadela nas plantas esta semana e ver como estão a crescer. Já reparei que houve algumas (notórias) diferenças, e vou revelá-las na prox semana aqui.

Aliás, se alguém precisar de algum conselho com base nos mapas astrais siderais ou tropicais e signos astrologicos que eu faça para corresponder a tendências na vossa vida, estou disponível e faço-o gratuitamente (quando arranjo o devido tempo livre).

Nas plantas sou mais novato, ainda estou a tentar compreender os efeitos e aperceber-me da verdadeira dimensão deles. Parece que o tempo/clima reage muito mais a estas influencias que as sementeiras. ;-)

Beijinhos

solquartocrescente disse...

Aliás eu sou da opinião que estas coisas ainda precisam de ser muito mais exploradas e compreendidas.
Há algumas pessoas que estudam-nas. Mas como ainda é algo raro e pouco vísivel, ainda há muita coisa para explorar e divulgar e contar aos outros.

Para já, e até corresponde ao dito popular, semear em fase crescente para ser muito melhor para a maioria das culturas que semear proximo da lua nova ou em fase decrescente.
Os signos água também parece ser prolífico ao contrário dos de ar por exemplo, e aliás costuma chover bem mais nesses dias, e costuma fazer mais calor nos dias de signo fogo. Espantoso não? Mas a verdade que é analisei 30 eventos fortes (inundações, vagas de calor e frio) em 2007 em Braga e correspondeu quase na perfeição!

solquartocrescente disse...

Dama do Lago: irei detalhar os resultados em breve. Vê acima algumas conclusões. Se tiveres também observações partilha-as conosco igualmente!

Rute: eu não compreendo como a lua ou os planetas afectam a Terra, as plantas, os humanos, eventos sociais e o clima.
Mas se assumires como os Budistas assumem que o Universo é permeado por uma inteligência complexa e reguladora e que a informação pode saltar dum lado para o outro, não fisicamente ou gravitacionalmente mas quanticamente como alguns físicos quânticos especulam, então sim, podes ter uma hipótese que procura explicar isso.

Para já é um mistério e sinto-me humilde e grato por já estar ciente de tal. Vou procurar estar mais em harmonia com estes ciclos, seja plantas, na minha vida, na sociedade ou no clima.
Astrologicamente é onde consegui ver mais correlações que faziam imenso sentido e precisão, entre posições e eventos/tendencias São energias, só isso.

Jardineira aprendiz disse...

Bem, eu disse isto porque uma vez fui corrigida num encontro de antroposofia por lhe chamar astrologia, quase como um puxão de orelhas :)
Talvez eles o tenham feito porque havia muitas pessoas 'exteriores' e eles não quisessem que houvesse confusão, ainda há muitos preconceitos quando se fala de astrologia. Eu não sabia que eles usam os dois sistemas, porque tudo o que li sobre o calendário se referia ao sistema sideral.

Acho que tens razão e eles próprios me disseram, que o calendário é sobreposto por factores mais influentes, como por exemplo o tempo ou o clima.

Eu tenho curiosidade porque já li que alguns produtores de produtos considerados de qualidade seguem o calendário, mesmo não praticando biodinâmica, o que significa que realmente os efeitos são observáveis. Mas não tenho mesmo oportunidade para verificar, porque seria necessario fazer comparações e registar todos os factores, não só os astronómicos/astrológicos, e isso requeria um trabalho que agora não posso fazer. Fico à espera das tuas observações!

solquartocrescente disse...

Olá :)
Sim, esse puxão é cómico :)

Eu também tenho estado às vezes cm pessoas ligadas à Antroposofia (Harpa, Casa Sta Isabel, Colher Semear, entre outras) e fiquei a saber que realmente eles usam mais o sistema sideral. Uma vez, uma amiga disse que na Índia costumam usar esse sistema (na astrologia védica) que pessoalmente verifiquei fazer também mais sentido. No fundo, a posição dos planetas não muda, só os limites dos signos.

Posso-te contar a minha história que é algo cómica também.
Eu era muito céptico porque sempre estive envolvido na área científica, aliás até estou a fazer um doutoramento em coisas muito científicas. E como se sabe em Ciência é se treinado para se saber muito sobre o nada, e portanto, as pessoas costumam ter uma mente crítica e céptica, e pouco aberta e realmente, pouco curiosa a outras coisas, como deveria ser.

Acontece que eu sempre liguei muito à Astronomia, sempre gostava de observar o céu com o meu telescópio. No ano 2000, gradualmente, a minha filosofia foi sofrendo uma crise, aquando da minha entrada para a universidade.
Aí comecei a pesquisar outras coisas e rapidamente interessei-me pela espiritualidade e por querer saber de coisas mais humanistas e com mais sentido.
Ganhei fé, pode-se dizer, e um dia ao ouvir que Galileo, Kepler, Newton, Copérnico, os filosófos gregos entre muita outra gente praticava astrologia além da astronomia, então aí me questionei seriamente. Sabia também que civilizações antigas como a China, a Índia, os Budistas, os Maias, os Egípcios, os Sumérios, etc, praticavam as suas astrologias. Perguntei-me, poderia ser verdade? Poderia o mundo cientifico actual estar por preconceito e estupido cepticismo e método cientifico aplicado a tudo na vida, rejeitar a astrologia qu no entanto funcionava.
Um dia decidi fazer o teste final. Além de ler o meu mapa e verificar que eventos previstos batiam certo na minha vida, a minha descrição batia profundamente certa (e falava de coisas especificias), não só me explicava coisas do meu interior, como verifiquei que as pessoas agrupadas pelos signos correspondiam na verdade às mais sérias descrições (não as do jornal, mas sim as de autores sérios)
E assim continuei a estudar e desde então verifiquei todas estas coisas fazerem sentido, apesar de não conseguir cientificamente explicá-las bem. E hoje, além de ser uma ajuda preciosa psicologica para muitos amigos e familiares meus, é também uma ajuda para mim e para os meus próximos.

RUTE disse...

Solquartocrescente:

Quem salta de um lado para o outro, sou eu!! Fico muito perdida entre astronomia, astrologia, astrofisica, e por aí fora...

Sou super curiosa e busco respostas em todo o lado. Por vezes as respostas são contraditórias e eu não chego a conclusão nenhuma.

Fico à espera do resultado das tuas experiências. São entusiasmantes :-))