terça-feira, outubro 07, 2008

Memórias pela paz, liberdade, comunidade e natureza

Hoje estava a lembrar-me de muitas das pessoas, ao longo da história, que dedicaram as suas vidas a um viver de bondade e amistosidade, em servico ao próximo.
Pessoas como o Gandhi, a Madre Teresa, o Jesus, e muitos outros como Abraham Lincoln, Martin Luther King, o Buda, o actual Dalai Lama, etc, cada um com o seu dom ou importancia para a história. E existem ainda muitas outras almas deste género, nas áreas da arte, ciencia, activismo, caridade, literatura... Lembro-me por exemplo da música imagine do John Lennon, de inúmeros músicos defensores de causas como o Sting, Bob Dylan, Bob Marley, de cientistas como o Leonardo da Vinci, ou o Einstein, pensadores como o Agostinho da Silva, o Thoreau, ou o Rudolf Steiner, de incontáveis activistas como o Nelson Mandela ou o Che Guevara, de escritores pela paz, natureza, direitos humanos e uniao dos povos como o Kalhil Gilbran, a Ursula K Le Guin, ou Leo Tolstoy
Tenho pena de com os meus parcos 27 anos me falhar ainda conhecer muita desta gente. E claro que alguns casos sao polémicos, mas nao os deixo de mencionar porque de alguma maneira acreditaram num bom ideal de liberdade, comunidade ou fraternidade. Vivemos num mundo complexo e vários destes foram assassinados, presos, crucificados, fugiram em exílio ou lutaram.

Se tiverem tempo e paciencia, acrescentem sugestoes nos comentários, e lembrem-se também de pessoas ligadas às causas da natureza e sustentabilidade (temas deste blogue)

Creio que este género de ser nos inspira para que possámos saber como é possível criar uma vida mais comunal e humana, de entreajuda. Como é possível criar uma sociedade assim, cheia de amor, ajuda e suporte, transparencia e um toque humano. Está na natureza do ser.
Quer seja no trabalho, na família, na educacao, em qualquer coisa aliás.

Deixo aqui estas memórias vivas, como inspiracao.

1 comentário:

Ana disse...

Antes de mais nada, parabéns pela iniciativa não só de cultivar sua própria comida como de compartilhar com a gente as suas experiências - têm sido de grande ajuda.

Em termos de pessoas de que vale a pena lembrarmo-nos por suas ações em prol da natureza e da sustentabilidade, sugiro o nome de um grande ser humano: Jacques Cousteau.

Abraço!
Ana Claudia, do Brasil